Orientação Profissional – conhecendo as profissões: Advogados, Promotores, Defensores e Juízes - Flávio Hastenreiter - Terapia Cognitivo-Comportamental
1203
post-template-default,single,single-post,postid-1203,single-format-standard,bridge-core-1.0.4,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1200,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-18.0.9,qode-theme-bridge | shared by vestathemes.com,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive
 

Orientação Profissional – conhecendo as profissões: Advogados, Promotores, Defensores e Juízes

Orientação Profissional – conhecendo as profissões: Advogados, Promotores, Defensores e Juízes

O que fazem:

O bacharel em direito pode trabalhar como advogado [mediante aprovação no exame da OAB] em escritórios particulares de advocacia, departamentos jurídicos de empresas privadas, ou seguir carreira pública fazendo concurso para ser juiz, promotor, delegado de polícia, procurador de justiça ou defensor público. Advogados são profissionais que, nas várias instâncias da justiça, usam as leis na defesa dos interesses do cliente, pessoas físicas (cidadãos) ou jurídicas (empresas) como seu legítimo representante, contra os interesses de terceiros. Promotores são fiscais da lei, representantes do Ministério Público, que apresentam a queixa ou a denúncia. Defensores públicos são funcionários do governo que defendem os interesses de pessoas que não têm condições financeiras para arcar com sua defesa. Juízes são profissionais que, interpretando e aplicando as leis, decidem qual das partes em disputa está com a razão, tendo o poder de aplicar ao perdedor a sentença que julgar adequada. São cinco os grandes campos do direito: público, penal, do trabalho, de empresas e privado. Cada um é dividido em várias especializações: direito internacional, comercial, previdenciário, tributário, marítimo, administrativo, processual, do consumidor, agrário, ambiental, autoral, civil, de família.

Características pessoais:

Autoconfiança;
Autocontrole;
Capacidade de análise;
Capacidade de comunicação;
Capacidade de síntese;
Capacidade de convencimento;
Capacidade de pensar e agir sob pressão;
Discrição;
Equilíbrio emocional;
Espírito de investigação;
Facilidade de expressão;
Gosto pela pesquisa e pelos estudos;
Gosto pelo debate;
Iniciativa;
Senso crítico;
Senso de ética;
Senso de responsabilidade;
Interesse por temas da atualidade.

O número cada vez maior de instituições que representam classes, moradores, lojistas ou empresas mostra que a sociedade brasileira vive um processo de organização, tomando consciência crescente de seus direitos e deveres. Para fazer com que a lei seja cumprida e que a defesa dos cidadãos seja garantida, a sociedade conta com os profissionais de direito: advogados, juízes, promotores, defensores públicos.

ORIENTE-SE, FAÇA ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL! Fonte: Guia de profissões.