Orientação Profissional – conhecendo as profissões: Arqueólogos - Flávio Hastenreiter - Terapia Cognitivo-Comportamental
1201
post-template-default,single,single-post,postid-1201,single-format-standard,bridge-core-1.0.4,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1200,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-18.0.9,qode-theme-bridge | shared by vestathemes.com,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive
 

Orientação Profissional – conhecendo as profissões: Arqueólogos

Orientação Profissional – conhecendo as profissões: Arqueólogos

O que fazem:

Pequenos pedaços de cerâmica, lascas de utensílios, esqueletos, ruínas de monumentos, roupas, desenhos e escrituras são valiosos materiais de trabalho para eles. Fazem expedições e escavações, analisam mapas, fotos aéreas e relatórios em busca de pistas sobre sítios arqueológicos, que podem estar numa caverna, floresta ou mesmo embaixo de uma cidade. Com base na pesquisa e restauração dos objetos, reconstituem parte da história do homem.

Características Pessoais:

Atenção a detalhes;
Capacidade de análise;
Capacidade de concentração;
Capacidade de comunicação;
Capacidade de lidar com situações adversas;
Capacidade de observação;
Curiosidade;
Gosto pela leitura;
Gosto pela pesquisa e pelos estudos;
Habilidade para trabalhar em equipe;
Interesse por temas da atualidade;
Método.

Arqueólogos participam de expedições em busca de objetos deixados por civilizações passadas. Não são aventuras como no cinema ou nos quadrinhos, mas a partir da análise desse material, o cientista é capaz de descobrir um pouco mais sobre a história da humanidade.

ORIENTE-SE, FAÇA ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL! Fonte: Guia de profissões.