Orientação Profissional – conhecendo as profissões: Engenheiros - Flávio Hastenreiter - Terapia Cognitivo-Comportamental
1174
post-template-default,single,single-post,postid-1174,single-format-standard,bridge-core-1.0.4,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1200,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-18.0.9,qode-theme-bridge | shared by vestathemes.com,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive
 

Orientação Profissional – conhecendo as profissões: Engenheiros

Orientação Profissional – conhecendo as profissões: Engenheiros

O que fazem:

Engenheiros são profissionais que procuram soluções economicamente viáveis para problemas técnicos gerados pela atividade humana. Aplicam princípios da matemática e das ciências para planejar, desenhar e criar meios para que máquinas e sistemas trabalhem melhor. Foi a engenharia que chegou a soluções produtos que revolucionaram nossas vidas, como a eletricidade, hidrelétricas, controle de poluição, eletrodomésticos, automóveis, aviões, foguetes, computadores, entre muitas outras coisas. Das cidades ao espaço, todos os setores produtivos, sobretudo os industriais, precisam do engenheiro: a agricultura, as minas, as explorações marítimas, a biotecnologia, o setor de eletrônicos, a informática, a indústria nuclear, automobilística, a química, a aeronáutica. São cerca de 30 especialidades reconhecidas pelas sociedades de engenheiros e dentro de cada uma há um grande número de subcampos. Alguns dos campos mais conhecidos e as áreas de atuação correspondentes estão listados abaixo:

Engenheiros aeronáuticos e aeroespaciais: lidam com todo tipo de aeronave e estruturas como mísseis, cápsulas espaciais, aviões e qualquer outro equipamento do setor.

Engenheiros agrícolas: desenvolvem equipamentos agrícolas e de produção de alimentos, irrigação, armazenagem e sistemas de distribuição dos produtos para os mercados, visando ao crescimento da produção e à diminuição dos custos.

Engenheiros automobilísticos: trabalham na produção de carros, ônibus, caminhões e seus componentes, desenhando, fazendo cálculos aerodinâmicos, adequação ao combustível, itens de segurança.

Engenheiros cartógrafos: comandam equipes e fazem mapeamentos de regiões.

Engenheiros civis: projetam e coordenam a construção de pontes, elevados, túneis, rodovias, sistemas de saneamento, grandes construções e fazem planejamento urbano.

Engenheiros de computação: desenvolvem novas tecnologias, produtos e soluções na área de computação eletrônica.

Engenheiros elétricos: comanda trabalhadores nas áreas de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica e no desenvolvimento de equipamentos e suas aplicações. Trabalham também em empreendimentos – fábricas, shoppings, grandes prédios – que consomem muita emergia elétrica.

Engenheiros eletrônicos: especialistas da área elétrica, atuam na indústria eletrônica, especialmente computadores, aparelhos de som, hospitalares e de comunicação.

Engenheiros químicos: desenvolvem produtos químicos como produtos de limpeza, fertilizantes, medicamentos.

Engenheiros de materiais: pesquisam e desenvolvem materiais como cerâmicas, metais, resinas para fins industriais.

Engenheiros mecânicos: projetam em todos os detalhes máquinas e equipamentos, seus movimentos, suas engrenagens, seus motores; coordenam a fabricação e manutenção da maquinaria de uma indústria.

Engenheiros metalúrgicos: trabalham na extração e seus processos de purificação e desenvolvem novos produtos a partir deles.

Engenheiros navais: são responsáveis pela construção de embarcações e plataformas marítimas.

Engenheiros nucleares: projetam instalações, equipamentos, itens de segurança de usinas nucleares; desenvolvem novos usos para a energia nuclear, como na medicina e outras indústrias.

Engenheiros de petróleo: fazem pesquisas e supervisão da extração de petróleo e do seu gás.

Engenheiros de produção: planejam o processo produtivo como um todo.

Engenheiros ambientais: são responsáveis pelo controle das águas que abastecem as cidades, do ar e do ruído, e de outras características do meio ambiente, modificadas pelo homem e necessárias para seu bem-estar.

Engenheiros mecatrônicos: trabalham na criação, projeto e desenvolvimento de estruturas mecânicas e eletrônicas controladas por computador, como robôs, sistemas automáticos de segurança etc.

Características pessoais:

Atenção a detalhes;
Capacidade de abstração;
Capacidade de concentração;
Capacidade de organização;
Capacidade de resolver problemas práticos;
Criatividade;
Curiosidade;
Facilidade para matemática;
Interesse pelas ciências;
Interesse pelo funcionamento das coisas;
Interesse em construir coisas;
Interesse por computadores;
Interesse por novas técnicas e tecnologias;
Gosto pela pesquisa e pelos estudos;
Raciocínio lógico desenvolvido.
Cada vez mais as empresas valorizam nos candidatos a uma vaga as seguintes características:
Agilidade;
Capacidade de adaptação a novas situações;
Capacidade de comunicação;
Capacidade de decisão;
Capacidade de liderança;
Capacidade de resolver problemas práticos;
Facilidade de relacionamento;
Flexibilidade;
Habilidade para trabalhar em equipe;
Interesse por adquirir conhecimento em diversas áreas.

Desde que deixou a caverna, o homem constrói. Primeiro foram casas, abrigos, depois templos, monumentos, estradas e, por fim, máquinas e produtos. Por isso, a engenharia é considerada uma das mais antigas atividades do homem. As especialidades surgem à medida que a produção se torna mais sofisticada – a carreira está em constante adaptação às exigências tecnológicas.

ORIENTE-SE, FAÇA ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL!

Fonte: Guia de profissões.